Um dia para ficar na memória

Por volta de 09h de um sábado nublado com mar calmo, avistamos um bando com cerca de 96 trinta-réis (real – Thalasseus maximus e de-bando – T. acuflavidus) num dos pontos de observação aqui de casa, como nunca tínhamos visto antes. Não demorou muito para que as aves levantassem voo e se deslocassem para outra parte de praia, que felizmente é o ponto que temos o melhor campo de visão. Com elas, outros indivíduos foram chegando e às 10h30 o bando já contava com 340 aves, número que já era o maior registrado por nós. Mas não parou por aí…às 11h20 contamos aproximadamente 500 indivíduos!

Tivemos a oportunidade de acompanhá-los por mais de três horas, registrando seus comportamentos e interações (cuidados corporais, descanso, voo, banhos, forrageio, danças e vocalizações) até que por volta de 13h eles se deslocaram e saíram de nosso campo de observação. Ainda avistamos seis gaivotas (Larus dominicanus), um casal de quero-quero (Vanellus chilensis), e seis fragatas (Fregata magnificens).

Que dia!


3 comentários em “Um dia para ficar na memória

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.