Benedito, através do olhar de Berna Barbosa

Diretamente do Parque Nacional Marinho dos Abrolhos (Caravelas, sul da Bahia), nossa convidada especial, Berna Barbosa, nos apresenta através do seu olhar uma espécie também especial: o Benedito (ou trinta-réis-escuro), Anous stolidus é uma espécie da mesma família dos trinta-réis (Sternidae) que estudamos por aqui . São caracterizados pela plumagem cor de fuligem escura, capuz cinzento e fronte branca, (fig.1; Ridgely et al., 2015; Wikiaves, 2020).

Figura 1. Anous stolidus – Ilustração de Ian Willis – Birds of the world (2020)
Vocalização de Anous stolidus (Autor: Matthias Feuersenger – Xenocanto – Licença CC SA 4.0)

A espécie geralmente pesca na superfície, raramente mergulhando. Se alimentam de peixes pequenos, como sardinhas e filhotes de enchovas (Wikiaves, 2020) e também lulas (Chardine et al, 2020). Nadam bem e frequentemente pousam na água. Pode ser ativo à noite (Ridgely et al., 2015). É uma ave colonial, nidificando em locais elevados, ravinas ou em pequenos arbustos. Os ninhos geralmente são precários, feitos sobre a rocha, onde geralmente é posto apenas um ovo (Wikiaves, 2020).

No arquipélago, os indivíduos se concentram principalmente na ilha Guarita (que abriga mais de 5.000 indivíduos), mas também na parte sul da ilha principal, Santa Bárbara (fig.2). No momento, estão em pleno período reprodutivo, que ocorre por lá de março à setembro.

Figura 2. Mapa do Arquipélago de Abrolhos, um dos locais de reprodução da espécie.

Segundo informações do bolsista de pesquisa do parque, Lucas Cabral, a unidade de conservação realiza importante atividade de monitoramento através de contagens de ninhos ativos no pico de reprodução, que ocorre em julho. No ano passado foram registrados mais de 1500 ninhos, e Berna também registra esses momentos através da fotografia:

Além de Abrolhos, no Brasil a espécie ocorre em Fernando de Noronha, Atol das Rocas, Trindade e Penedos de São Pedro e São Paulo. Fora do país podem ocorrer das Bahamas e Antilhas até a África ocidental (fig.3; Wikiaves, 2020; Chardine et al., 2020).

Figura 3. Ocorrência da espécie no mundo (Lynx Edicions/BirdLife International)

Agradecemos a querida Berna pelas imagens e por seu trabalho incansável na Conservação de uma das áreas protegidas mais incríveis do Brasil, além do bolsista de pesquisa Lucas Cabral pelas informações adicionais. Parabenizamos também toda a equipe do PARNAM Abrolhos pela dedicação na proteção dessa e de todas as espécies que habitam o parque.


Para saber mais sobre o trabalho de Berna e o PARNAM Abrolhos:
http://instagram.com/bebeteabrolhos
https://www.instagram.com/abrolhosparquenacional/

Referências:
Chardine, J. W., R. D. Morris, M. Gochfeld, J. Burger, G. M. Kirwan, and E. F. J. Garcia (2020). Brown Noddy (Anous stolidus), version 1.0. In Birds of the World (S. M. Billerman, Editor). Cornell Lab of Ornithology, Ithaca, NY, USA. https://doi.org/10.2173/bow.brnnod.01

RIDGELY, Robert et al. Aves do Brasil: mata atlântica do sudeste. São Paulo: Horizonte, 2015. 418 p.

WIKIAVES, 2020. Trinta-réis-escuro. Obtido em: https://bit.ly/beneditoAs. Acesso: 03jun20

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.