[Projeto Trinta-réis] Relato de campo: Monitoramento dos trinta-réis: Praia Grande e Mongaguá

No último sábado, dia 22 de agosto, realizamos a primeira saída para monitorar os bandos de trinta-réis (Thalasseus maximus e Thalasseus acuflavidus) que frequentam as praias de Praia Grande e Mongaguá, litoral centro paulista (fig.1). O tempo estava encoberto, vento constante, maré alta e episódios frequentes de chuva. Poucas pessoas estavam na faixa de areia.

Figura 1. Mapa da Região Metropolitana da Baixada Santista, que compreende as regiões entre Peruíbe e Bertioga.

O trajeto foi percorrido de carro, pela orla da praia (nunca na faixa de areia), numa velocidade entre 20 e 40 km/h. Qualquer sinal de ave na praia, parávamos para identificar as espécies. As contagens e registros fotográficos só foram realizados quando se tratavam dos trinta-réis. Durante o percurso, encontramos dois bandos mistos de trinta-réis, distantes 29 km um do outro (fig.2).

Figura 2. Pontos onde os bandos foram avistados.

O primeiro bando estava próximo do bairro Guilhermina (Praia Grande, fig.3), composto por 6 trinta-réis-reais (T. maximus) e 45 de trinta-réis-de-bando (T.acuflavidus), além de gaivotões ao redor do bando (Larus dominicanus).

Figura 3. Bando misto em Praia Grande. Marcações vermelhas representam T. maximus; amarelas, T.acuflavidus

O segundo foi avistado ao lado da plataforma de pesca (Mongaguá, fig.4), composto por 11 T. maximus e 67 T. acuflavidus.

Figura 4. Bando misto em Praia Grande. Marcações vermelhas representam T. maximus; amarelas, T.acuflavidus

Segundo relatos de observadores de aves em Mongaguá, o bando é frequentemente avistado na mesma região em que nosso registro foi realizado. Já o de Praia Grande é provável ser o bando que registramos desde 2019 na praia militar, no Canto do Forte, pois a distância entre as duas localidades é relativamente pequena (cerca de 3 km).

Nossa ideia é refinar a metodologia para realizar os monitoramentos de forma contínua, inicialmente com a periodicidade mensal, e possivelmente ampliar a área monitorada até as praias de Peruíbe.

Confira alguns registros do monitoramento:


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.