COA Garça-branca

O Clube de Observadores de Aves Garça-branca (COA Garça-branca) nasceu como consequência natural de um projeto colaborativo desenvolvido pela professora e bióloga Dária Passos com os estudantes do 5º ano Geração I do Colégio Novomundo (Praia Grande, SP). O projeto tinha como objetivo o estudo do ecossistema manguezal, com destaque para as aves características deste ambiente.

Identidade visual do COA Garça-branca.

Assim, o clube foi criado partir do envolvimento e da necessidade dos estudantes de conhecer de perto a avifauna da região e da contribuição para uma ciência cidadã. O nome foi escolhido pelos próprios estudantes (Garça-branca) e o primeiro encontro aconteceu em julho deste ano, ocorrendo desde então quinzenalmente – às sextas-feiras – de forma remota (online), devido à pandemia.

Nesses encontros, os estudantes apresentam suas observações através de registros diversos (fotos, descrições, relatos, etc.), além de compartilhar seus conhecimentos sobre as aves observadas, aprendendo mais sobre outras através do contato com experiências vividas pelos colegas. A professora atua como mediadora, orientando como podem realizar as observações, dicas e locais seguros para pesquisas.

O clube mantém uma lista ativa, gerenciada pela professora, com o registro de todos os membros. Confira:

O clube conta com o apoio direto do AvistAves, que participa das reuniões e auxilia a professora na construção das atividades pedagógicas direcionadas à observação de aves e contato com a natureza.

Participação do AvistAves no projeto Fala no rádio, antes da criação do COA

Para este encontro, criamos uma apresentação para conversar com a turma do COA: “Aves que vivem perto de nós”:


Mais informações sobre o projeto? Entre em contato com a professora Daria Passos através do email profdaria@colegionovomundo.com.br ou conosco em avistaves@pm.me